(31) 3222 7587 . 3347 4007 . 3245 2122 Rua Padre Rolim, 815 Sala 107
Santa Efigênia . Belo Horizonte . MG

Informativos

Yoga para problemas nas costas

Yoga é uma prática antiga desenvolvida da Índia há quase 4000 anos. Na última década a yoga se tornou cada vez mais popular no ocidente, e atualmente, cerca de 15 milhões de pessoas nos Estados Unidos praticam yoga.

Geralmente nos Estados Unidos, as aulas de yoga consistem de uma combinação de exercícios físicos, exercícios respiratórios, e meditação. O yoga tem sido usada por milhares de anos para promover a saúde e prevenir doenças, e várias pessoas com problemas nas costas encontraram o yoga para fornecer vários benefícios, incluindo:

  • Alívio da dor
  • Aumento de força e flexibilidade
  • Ensina o relaxamento e a aceitação

Nos anos recentes, os pesquisadores se tornaram interessados em estudar os efeitos do yoga no tratamento de doenças, e os estudos estão incentivando que o yoga pode ser parte útil do plano de tratamento para muitas condições médicas, tão variadas quanto doenças do coração, síndrome do túnel do carpo, epilepsia, asma e vários problemas do pescoço e costas.

Yoga ajuda a melhorar a dor nas costas ou no pescoço?

Apesar de nenhum tratamento fazer o papel de todos, vários aspectos do yoga a torna ideal para tratar dor nas costas e no pescoço. Por exemplo, alguns estudos mostraram que pessoas que praticam yoga por ao menos duas vezes por semana, durante 8 semanas obtêm um ganho significante na força, flexibilidade, e resistência, o que é um objetivo básico da maioria dos programas de reabilitação para dor nas costas ou no pescoço.

Além disso, os aspectos da respiração e meditação do yoga induzem a uma resposta relaxante, a qual, como encontrado em alguns estudos, auxilia na diminuição da dor. Estudos relataram também que o yoga é útil no tratamento de depressão e ansiedade as quais frequentemente, acompanham problemas de dor.

Yoga é possível para pessoas que não são naturalmente flexíveis?

Várias vezes, aqueles que não são naturalmente flexíveis, são os que mais se beneficiam do yoga. Além disso, a maioria das posições do yoga pode ser modificada para iniciantes de modo que todos podem realizar uma versão das posições.

Yoga é mais do que uma série de exercícios para aumentar a flexibilidade, entretanto. Diferentes habilidades são necessárias para diferentes posições do yoga: algumas ajudam o praticante a ganhar força, outras desafiam o equilíbrio, e outras treinam a atenção e concentração.

Existe alguém que não deve praticar yoga?

O yoga pode ser segura para todos, mas dependendo da condição médica, certas posições devem ser modificadas ou evitadas. Um par de exemplos de pacientes que podem necessitar evitar certas posições do yoga inclui:

  • Pacientes com diagnóstico de estenose espinhal avançada devem evitar extensão extrema da coluna como curvar as costas para trás.
  • Pacientes com doença cervical avançada devem evitar realizar posições como ficar sobre a cabeça e posições de apoio nos ombros no yoga.

A maioria das precauções quanto às posições do yoga pode ser determinada pelo conhecimento da condição médica específica, usando o senso comum, e encontrando um bom professor de yoga para auxiliar.

Como encontrar um bom professor de yoga?

Infelizmente, o treinamento para professores de yoga e a certificação não são estritamente regulados, então é importante conversar com o instrutor. Aqui estão algumas sugestões para avaliar o professor de yoga:

  • Pergunte se o professor de yoga já trabalhou com pessoas com problemas na coluna.
  • Pergunte como a pessoa foi treinada como professor de yoga, e se ela tem algum curso adicional sobre yoga e coluna. Vários professores de yoga são submetidos a treinamentos avançados e cursos nesta área.
  • Algumas pessoas se sentem mais confortáveis observando uma aula de yoga antes de decidirem participar. Isto permite que a pessoa observe se há outras pessoas na aula de yoga com aproximadamente, sua mesma forma física, se o professor de yoga toma um tempo durante a aula para auxiliar os alunos individualmente, e se os alunos na aula de yoga parecem se divertir e se eles se sentem energizados e contudo, relaxados.

É recomendável mencionar ao professor de yoga qualquer condição médica antes do início da aula, e também pedir sua ajuda para modificar alguma posição que seja muito difícil ou muito dolorosa no início. Muitos professores de yoga organizam aulas particulares para iniciantes para que aprendam as modificações e recebam uma atenção personalizada, para depois transferir este aluno para um grupo de yoga convencional.

Uma vez aprendidas as posições básicas do yoga, livros e vídeos se tornam recursos muito valiosos. Porém, no início, é recomendável aprender com um professor, que pode observar e ajudar, para depois fazer uso dos livros e vídeos para praticar em casa e aprofundar o estudo do yoga.

Tipos de yoga

Existem vários tipos diferentes de yoga, e é importante escolher uma forma que é apropriada para cada nível de forma física, objetivos e condição médica individuais. Algumas das mais populares e amplamente acessíveis formas do yoga são brevemente explicadas abaixo.

Iyengar yoga

Este tipo de yoga se foca no alinhamento apropriado e em movimentos precisos. Suportes tais como blocos ou cintas são frequentemente usados como parte do Iyengar yoga para aqueles que não são tão flexíveis ou para compensar lesões. Devido a esta atenção aos detalhes e à modificação das posições, Iyengar yoga é frequentemente uma boa forma de yoga para pessoas com dor nas costas ou pescoço, já que é provável que essas pessoas se beneficiem da modificação das posições.

Ashtanga yoga

Esta forma é comumente chamada de “power yoga” devido a seu foco em movimentos potentes e amplos, o que dá força e vigor. O Ashtanga yoga pode ser apropriado para aquelas pessoas que se reabilitaram com sucesso de uma dor nas costas e estão procurando uma prática mais vigorosa, e pessoas que já são atletas, como corredores e ciclistas que querem adicionar flexibilidade, equilíbrio e concentração à sua rotina de exercícios.

Bikram yoga

Esta forma é também conhecida como “yoga quente” porque ela é realizada num quarto muito quente. Bikram yoga é excelente para aumentar a flexibilidade porque o aquecimento ajuda no alongamento dos tecidos. Este tipo de yoga não é apropriado para aquelas pessoas com doença cardiovascular devido ao esforço necessário para se exercitar vigorosamente no calor.

Viniyoga

Esta forma liga respiração e movimento em amplos exercícios que são adaptados a cada indivíduo. O Viniyoga é frequentemente, uma boa forma de yoga para aquelas pessoas com problemas nas costas ou pescoço porque ele é facilmente adaptado para cada pessoa.

Existem várias outras escolas de yoga. Antes de ter uma aula, é uma boa idéia discutir com o professor sua filosofia e enfatizar o objetivo de encontrar a forma de yoga mais apropriada e interessante personalizadamente.

O yoga pode se tornar uma recompensadora atividade para a vida que promove saúde e mantém a função com o envelhecimento. Devido às várias modificações disponíveis e aos diferentes tipos de yoga, ele pode ser parte de quase todos os planos de treinamento físico, e as oportunidades de avançar e melhorar são intermináveis.

By: Karen P. Barr, MD
December 2, 2003